• Riscos anticoncepcional – trombose, infarto, avc…

    riscos do anticoncepcional
    Pouco se fala sobre os riscos do anticoncepcional oral e sua associação com trombose, infarto AVC e outras complicações. É um assunto necessário pois cerca de 25% das mulheres brasileiras em idade fértil utilizam esse método como prevenção

    Juntei uma série de informações baseadas em estudos que apontam riscos, agraves e também exames que devem ser feitos antes de se iniciar ou trocar de medicamento.

    Vejam o vídeo:

    No vídeo acima eu falo sobre:

    – Falta de conhecimento sobre o nosso corpo.
    – Criação de tabus sobre o ciclo menstrual.
    – Uso indiscriminado de AC.
    – Quais as indicações para uso além da contracepcão.
    – Sangramento excessivo, TPM, acne.
    – Falta de libido, alterações de humor, ganho de peso, depressão, trombose, AVC, embolia pulmonar.
    – Tratamentos para ovário policístico.
    – Tipos de anticoncepcional que duplicam (levonorgestrel, norestisterona, norgestimata) e quadruplicam (drospirenona, desogestrel, gestodeno, ciproterona) o risco para trombose.
    – Exames a serem pedidos antes do uso: hemograma, lipograma, coagulograma, deficiência proteína C e S, antitrombina III, Mutação gene da protombina F20210A e presença do fato de Leiden.
    – Uso racional de medicamentos.

    A intenção dese post não é assustar usuárias ou criar um alarde superestimado, e sim abrir para diálogo assuntos que são pertinentes ao uso da pílula e muito pouco comentados em nosso cotidiano.

    É necessário realizar exames antes de indicar um anticoncepcional, pois a sua vida pode estar em risco com as associações. Os anticoncepcionais injetáveis e implantes possuem os mesmos riscos citados neste post e também no vídeo. A pílula do dia seguinte também pode ser considerada um risco se o uso é frequente.

    Alguns links de interesse:

    Contracepção Hormonal e Sistema Cardiovascular

    Trombose de seIos venosos cerebrais: estudo de 15 casos e revisão de literatura

    Risco de trombose com anticoncepcionais hormonais orais

    Diane 35: o polêmico anticoncepcional causou 27 mortes só na Holanda

    Abordagem diagnóstica dos pacientes com suspeita de trombose venosa profunda dos membros inferiores

    Vítimas de anticoncepcionais. Unidas a favor da Vida

    Influência do ciclo menstural em episódios depresivos

    Síndrome dos ovários policísticos, síndrome metabólica, risco cardiovascular e o papel dos agentes sensibilizadores da insulina

     

    Não deixem de compartilhar o post!

    • Obrigada!

    [fbcomments]

    6 comentários

    1. Rafaela disse:
      06/08/2016 às 11:26

      Oi Gleici!

      Não vi o vídeo porque tô no trabalho, vou ter que olhar depois, mas eu tive trombose, não por causa do uso, mas potencializada pelo uso de AC. Aconteceu quando eu tinha 20 anos, era super ativa, vegetariana e não tinha fator de risco algum pra trombose. Meses depois de exames e exames descobri que tenho uma doença autoimune, Síndrome do Anticorpo Antifosfolípede (SAAF), que fode com a coagulação sanguínea. Então a síndrome + o AC resultaram em trombose. Acho que antes de utilizarmos AC, além desses exames que você citou, devem-se fazer exames pra toda e qualquer doença que afete a coagulação sanguínea, como é o caso do lúpus, da SAAF e outros mais. Eu não fiz nenhum, o médico apenas me receitou para tratar ovários policísticos e tchau! Na época eu nem tinha vida sexual ativa e ele recomendou que eu continuasse usando porque era “bom pra mim”… Atualmente eu faço uso de anticoagulante (pelo resto da vida, manas!) e coloquei um DIU Mirena para suspender a menstruação porque o anticoagulante me dava repetidas dismenorreias. Todo mês faço controle da coagulação.

      • gleici disse:
        06/08/2016 às 17:10

        meu deus, que irresponsabilidade não pedir os exames, ainda bem que vc está bem agora!

    2. Nani Freitas disse:
      07/01/2016 às 11:42

      Bom dia Gleici, e o que fazer quando se tem cólicas horrorosas e menstruação completamente desregulada, pra se ter uma noção, eu menstruava a cada 15 dias praticamente. Fora as dores de cabeça, mal estar.. Era insuportável. No meu caso optei por tomar um ac contínuo, fazem 6 anos já.. Mas há alguns meses, meu médico me pediu uns exames e trocou meu remédio, tomo um que tem pausa a cada 3 meses.. Sinto falta da libido principalmente mas dos outros sintomas não gosto nem de lembrar. Tenho talassêmia e menstruar tbm piora isso.. Na minha familia não tem nenhum caso de trombose, mas acho que seria bom voltar o gineco e pedir esses exames ai q você indicou.. Obrigada..

    3. Lia disse:
      07/07/2016 às 17:25

      Nossa Gleici! Realmente é bizarro! Adorei o post mas ainda estou na dúvida sobre o melhor anticoncepcional pra mim. Estive pensando em optar pelos injetáveis, você conhece algum? Tenho duas amigas que tomam o Cyclofemina. Achei este link http://www.cyclofemina.com.br/ mas quero mais informações, saber melhor sobre as experiências com ele. Parabéns pelo post e pelo vídeo! Você arrasa! Beijos

      • gleici disse:
        07/15/2016 às 4:01

        ele também tem riscos como os outros, lia

    Deixe o seu comentário!

    O seu endereço de email não será publicado • Campos obrigatórios não podem ficar em branco