Nina Pirola

Alguém disse que eu era boa escrevendo histórias, acreditei e hoje ganho a vida assim. Jornalista, com um pé na edição e o outro na assessoria. Acredito nas palavras faladas e escritas. Apaixonada por gatos e defensora dos animais.

Tinha corpo de mulher, mas não era uma

19 setembro 2016

Menina Moça desde os 15 enche a boca pra dizer que não acredita no amor. Uma paixão atrás da outra, todas platônicas. Por pressão das amigas, beijava um cara por ano. Um beijo e um adeus. Sonhava com o futuro brilhante e não ia perder seu tempo com os meninos da escola. Era uma adolescente normal, cheia de neuras, nem feia e nem bonita. Uma baixinha de quadril largo e peitos grandes. Menina Moça chamava atenção por onde passava. Não […]